MANIFESTO À COMUNIDADE DA UFSCar SOBRE O PROJETO “FUTURE-SE”



Os ex-reitores da Universidade Federal de São Carlos (Ufscar) formalizaram um manifesto sobre o programa Future-se apresentado pelo governo Bolsonaro. Leia na íntegra:

Com o intuito de contribuir com o debate da nossa comunidade e trazer reflexões para a
consideração dos membros do egrégio Conselho Universitário da UFSCar, nós, ex-Reitores,
cientes da responsabilidade que temos como educadores e ex-gestores de uma das mais
conceituadas instituições públicas de ensino superior do país, nos manifestamos cabalmente
contrários ao projeto de reforma universitária propugnado pelo governo federal ao qual foi
atribuído a denominação de “Future-se”.

Referenciados nos sucessivos ataques desferidos pelo Presidente da República e seu
Ministro da Educação às Universidades e Instituições Federais, na asfixia financeira em curso e
no conteúdo do que foi divulgado pelo MEC, entendemos que o propósito maior do “Future-se”
é destruir o caráter público-estatal dessas instituições educacionais, em franco confronto com os
dispositivos constitucionais. O que pretende o governo é subordiná-las à lógica de mercado ao
entregá-las à administração de Organizações Sociais, promovendo a redução dos recursos
destinados a elas pela União, a fragilização da autonomia didático-científica, administrativa e de
gestão financeira, a precarização das relações de trabalho e a redução de salário via extinção
dos concursos e carreiras.

Além da excelência acadêmica, as Universidades e Institutos Federais têm compromisso
permanente com a eficiência administrativa e financeira e com o aprofundamento das suas
ações junto aos diversos segmentos sociais e setor produtivo.

Para que suas atividades e ações possam ser ampliadas e aperfeiçoadas cabe isto sim
ao governo propor a revogação da Emenda 95 – que congelou os recursos da educação e
saúde -, recompor os orçamentos das instituições vinculadas ao MEC e das agências de fomento
à Ciência, Tecnologia e Inovação e cumprir as vinte metas do Plano Nacional de Educação
vigente.

São Carlos, 14 de agosto de 2019
Prof. Dr. Sebastião Elias Kuri
Prof. Dr.Newton Lima Neto
Prof. Dr.José Rubens Rebelatto
Prof. Dr.Oswaldo Baptista Duarte Filho
Profa. Dra. Maria Stella Coutinho de Âlcantara Gil
Prof. Dr. Targino de Araújo Filho