Padilha, Benedita da Silva e Douglas Belchior debatem os impactos da covid-19 na população negra



Dados explicitam como a covid-19 está impactando a população negra, escancarando as desigualdades, o racismo estrutural no Brasil e no mundo. Este foi o tema do programa da Rede em Defesa da Vida da TV PT desta segunda (24) apresentado pelo deputado federal e ex-Ministro da Saúde Alexandre Padilha. O debate contou com a participação de duas grandes lideranças da política brasileira e dos movimentos sociais da luta antirracista no país, a deputada federal Benedita da Silva e do Professor e Fundador da Uneafro Brasil, Douglas Belchior.

Padilha iniciou o debate sugerindo a avaliação dos convidados sobre o impacto da covid-19 a esta população mesmo com a pouca visibilidade aos vários estudos evidenciando que a grande maioria das mortes pela doença acometem a população negra. O parlamentar trouxe um estudo realizado no Rio de Janeiro pela Fiocruz que mostrou que a maior parte dos infectados confirmados são dos bairros da classe alta, que tiveram o acesso a testagem e o maior número de óbitos, nos bairros periféricos da cidade.

A deputada Benedita da Silva ressaltou que nunca houve interesse por parte do governo Bolsonaro em reduzir essas desigualdades e que ela se agravou quando a covid-19 chegou ao país. “A maioria da população negra já foi altamente impactada logo no início da pandemia com a falta de acesso a água, sabão, álcool em gel, condições necessárias habitacionais. Além disso, algumas pessoas não entendem a dificuldade do isolamento social para a comunidade negra, que tem mais medo de perder o emprego do que propriamente arriscar sua vida. Se não temos um governo que de respaldo para essa situação é impossível que essas pessoas tenham a cobertura que precisam. Temos uma grande segregação racial colocada nesse momento e a coleta racial de casos é fundamental para enfrentarmos a pandemia”.

Para o Professor e Fundador da Uneafro Brasil, Douglas Belchior, o planeta estava paralisado por conta da pandemia e o único fenômeno suficientemente capaz de atravessar esse cenário enquanto tema mobilizador foi o conflito racial a partir do que aconteceu nos EUA com o caso George Floyd, onde ficou constrangedor que outros aspectos não fossem analisados também neste cenário.

“A pandemia quando chega no Brasil poderia encontrar um ambiente menos sensível e fértil para tragédias se a saúde pública fosse tratada com seriedade, mas o ambiente que a covid-19 encontra no Brasil é propicio para barbárie e afeta mais aqueles historicamente já afetados. Os danos causados pela pandemia serão de longa duração e também afetarão a mesma população”.

Rede em Defesa da Vida na TV PT

A “Rede em Defesa da Vida” é uma Frente de Proteção com intuído de levar informações sobre a crise sanitária ocasionada pela covid-19 e que tem por missão fortalecer a vida e o SUS.  Faça parte e colabore com a ampliação da Rede compartilhando ou disponibilizando a transmissão do programa nas suas redes sociais para que a defesa da vida seja difundida para o maior número de pessoas. Caso precise de ajuda para reproduzir a live, entre em contato com a gente nas redes @padilhando ou pelo WhatsApp (11) 97581-4398.

 

Veja como foi o debate na íntegra: