Ex-ministros da saúde denunciam Bolsonaro na OEA e ONU por potencial genocídio no enfrentamento ao Coronavírus



 

Os ex- Ministros da Saúde dos governos Lula e Dilma, Alexandre Padilha, Arthur Chioro e Humberto Costa denunciaram oficialmente o presidente Jair Bolsonaro na Organização dos Estados Americanos (OEA) e na Comissão de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) pela “Inobservância das recomendações sanitárias nacional e da Organização Mundial da Saúde (OMS), violação dos direitos humanos: saúde e vida, e por potencial genocídio” nas ações de enfrentamento da pandemia de coronavírus no Brasil.

Clique aqui para ler na íntegra a denúncia em inglês

Clique aqui para ler na íntegra a denúncia em português