Padilha pede que Tribunal de Contas de SP apure investimentos destinados ao combate de enchentes e alagamentos



Créditos: Reuters/Rahel Patasso

O deputado Alexandre Padilha solicitou ao Tribunal de Contas do Município (TCM) e ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) pedido de inspeção dos gastos e investimentos da Prefeitura e do Governo destinados as obras de combate a enchentes e alagamentos em São Paulo. O deputado estadual Paulo Fiorilo também assinou o pedido.

De acordo com matéria publicada pela Rede Brasil Atual, a atual gestão da Prefeitura aplicou 17%, cerca de R$ 50 milhões, do orçamento de R$ 300 milhões para combater enchentes e alagamentos em 2019. Para o sistema de drenagem, R$ 4 milhões foram orçados e nenhum valor gasto.

A matéria ainda traz que na gestão João Doria, 2017 e 2018, dos R$ 824 milhões destinados à realização de drenagens só um terço, R$ 279 milhões, foi aplicado. Para obras e monitoramento de enchentes, R$ 575 milhões estavam previstos, e só R$ 222 milhões foram destinados a área.

No estado, segundo matéria do G1, do orçamento de 2019 previsto para a área, a gestão Doria investiu apenas R$ 220 milhões dos R$ 364 milhões previstos

“São Paulo vive uma tragédia toda vez em que as tempestades atingem o estado. E a culpa não é da chuva, mas sim da administração pública que não prioriza as obras de combate às enchentes. A gestão Bruno/Doria é perversa e perdida para enfrentar os grandes problemas de São Paulo. Esses pedidos de inspeção são para saber para onde foram esses recursos que já estavam destinados a área. A população precisa de respostas. Casas e vidas são destruídas e perdidas pela irresponsabilidade da administração pública”, afirma Padilha.

Além do pedido de investigação ao TCM, a petição requer informações sobre o possível remanejamento de recursos da atual gestão municipal para recapeamento de asfalto e também apuração do TCE sobre o desmonte do acervo e das bases cartográficas de planejamento urbano da Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano (Emplasa) pela gestão estadual, noticiada pelo portal “Direto da Ciência”.

 

Leia o pedido na íntegra clicando aqui:

Ofício TCM

Ofício TCE

 

Comentários